COSTUMES JUNINOS
COMIDAS E BEBIDAS:
COSTUMES JUNINOS
bolo de fubá, biscoito de polvilho, quentão, caldos,doces de abóbora,
canjica, arroz-doce, batata-doce, pinhão, pipoca, amendoim, etc.
MASTRO: sua origem está ligada à reminiscência dos cultos agrários em cerimônias
COSTUMES JUNINOS
de agradecimentos à fecundação das sementes.
Quanto mais alto, mais simboliza a grandeza da devoção do povo. Deve ser o mais perfeito e reto possível.
PAU-DE-SEBO: com mais ou menos 4 metros de altura, bem liso (coberto com sebo
animal); tem o objetivo de quem atingir o seu topo ganhará as prendas lá colocadas.
BANDEIRINHAS: são de tecido liso, bordado ou pintado com temas de símbolos litúrgicos
católicos ou mensagens religiosas. São colocadas ao redor do mastro.
BOMBINHAS E ROJÕES: para espantar maus olhados. COSTUMES JUNINOS
BALÕES: COSTUMES JUNINOS para levar pedidos de graças a São João.

FOGUEIRAS: teve origem num trato entre Isabel, a mãe de João, e sua prima Maria,

mãe de Jesus. Ficou combinado entre as duas, que Isabel acenderia uma fogueira sobre um monte para avisar a prima sobre o nascimento da criança.

A fogueira de Santo Antonio deve ter o formato quadrangular; a de São João é uma fogueira de formato cônico, e a de São Pedro é de formato triangular.
PULAR FOGUEIRA: COSTUMES JUNINOS um gesto que traz sorte, principalmente no amor.
Outro aspecto tradicional é caminhar descalço sobre as brasas. Mas na fogueira não se pode colocar borracha, e deve ser somente de lenha; assim não queimará os pés; mas tem que haver muita fé no santo. Os namorados devem pular juntos a fogueira.
QUADRILHA: COSTUMES JUNINOS surgiu na Inglaterra, mas foi levada para a França no século XVIII.O nome em francês é Quadrille (batalhão, grupo). A dança abria o baile da corte e rapidamente se espalhou por toda a Europa. Chegou no Brasil no século XIX com a vinda da família real portuguesa; e rapidamente caiu no gosto popular.
Quando foi levada para o sertão, outros costumes pitorescos foram introduzidos e passou a fazer parte da festa que comemoravam a colheita do milho em junho. É dançada em homenagem aos santos juninos.

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS !
Não é permitida, sem prévia autorização,
a reprodução desta página.

Obrigada !
WebDesign : Angela Cecilia