AMANHÃ AMANHÃ
Amanhã mudo de rumo
Me aprumo
Escancaro o coração
Expulso coisas antigas
Abro nova temporada
Aceito novas cantigas
Outras moradas amigas.
 
Desfaço o laço
Procuro outro abraço
Brinco de esquecer.
Me faço bem humorada
Canto, danço,
Dou gargalhada.
 
Meu corpo, canso,
Engulo o pranto
Refaço o encanto
Invento uma paixão.
 
E se possível não for
Murmuro seu nome ao vento
Te tranco no pensamento
E assumo minha dor.
Reconheço a luta vã,
Jogo as cartas na mesa,
Espero outro amanhã...
...sempre amanhã...

Márcia Fasciotti

Lady Dawg

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS!
Não é permitida, sem prévia autorização,
a reprodução desta página.

Obrigada!
WebDesign : Angela Cecilia