PRELÚDIO DE UM BEIJO
 
PRELÚDIO DE UM BEIJO
 
Naquele instante
Os olhos se encontraram
O ar se encanta
Sente a magia...
A respiração se entrecorta
O coração dispara
O corpo palpita
Os lábios tão próximos
E tão distantes
É quase uma tortura
E nesta doce tortura
E nesta doce agonia
Quase se tocam...
Imagino-os macios
Como o mais puro pêssego
E ao mesmo tempo
Tão firmes
Capazes de amolecer os joelhos
E isto é apenas o prelúdio do beijo...

Helena Kluiser
 

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS!
Não é permitida, sem prévia autorização,
a reprodução desta página.

Obrigada!
WebDesign : Angela Cecilia