RUAS E ESQUINAS
 
RUAS E ESQUINAS
 
 
Caminho reto,
Traço projetos,
Faço mapas.
Demarco espaços,
Faço-me depressa,
Paro, canso.
O caminho é longo,
Atravesso esquinas de mim.
Onde se cruzam vários eus,
Preferências, secundárias, locais
Vias de vida.
Muitos sinais,
Alguns desconfio, outros não.
Não os leio.
Não os interpreto.
Coloco-me ao risco da colisão,
Por vezes acontece,
Outras sou salva pela razão.
Vejo antes do fato.
Sigo,
Admiro o redor,
Muitas caras de vida,
Cachoeiras que choram a dor ou a alegria,
Jardins floridos ou tristes,
Vulcões em erupção,
Causam danos ou só a embelezam o momento.
Sol e chuva.
Bronzeando-me e molhando-me a vida.
Escalo íngrimes montanhas,
Vejo lindos vales ou um nada.
Paro para dar preferência,
Bato na pressa.
Na ansiedade.
Perícias, julgamentos.
Condenada, absolvida,
Cada um sabe o seu momento.
A sua estrada,
Seu veículo e sua potência.
Retomo o caminho,
De novo, muitas ruas e esquinas.

Jane Lagares
 

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS!
Não é permitida, sem prévia autorização,
a reprodução desta página.
Obrigada!
WebDesign : Angela Cecilia