A CORUJINHA
   
Corujinha, corujinha
Que peninha de você.
A CORUJINHA
 
Fica toda encolhidinha
Sempre olhando não sei quê.
 
O seu canto de repente
Faz a gente estremecer.
 
Corujinha, pobrezinha
Todo mundo quer te ver.
 
Diz assim, ah, coitadinha,
Que feinha que é você.
A CORUJINHA

Quando a noite vem chegando
Chega o teu amanhecer

 
E se o sol vem despontando
Vais voando te esconder.
Hoje em dia andas vaidosa
Orgulhosa com o quê.
A CORUJINHA
 
Toda noite sua carinha
Aparece na TV.
A CORUJINHA Corujinha, corujinha
Que feinha que é você!
 
Vinicius de Moraes

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS!
Não é permitida, sem prévia
autorização, a reprodução desta página.

Obrigada!

WebDesign : Angela Cecilia