CAVALINHO BRANCO
 
CAVALINHO BRANCO
 
O cavalinho branco
Come estrelas e
Raios de luar.
De noite,
O relincho do cavalinho
Brilha tanto
Que dá pra enxergar
Os piolhos da cobra,
A cicatriz no pé da centopéia,
A unha encravada do tamanduá,
O pesadelo da coruja
E até os ninhos dos sabiás nas árvores.
Ontem o cavalinho
Deu um relincho tão iluminado
Que clareou
A outra ponta do mundo.

Eloí E. Bocheco
CAVALINHO BRANCO

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS !
Não é permitida, sem prévia
autorização, a reprodução desta página.

Obrigada!

WebDesign : Angela Cecilia