OS DOIS IRMÃOS
 
OS DOIS IRMÃOS
 
Eu conheço dois meninos
Que em tudo são diferentes.
Se um diz: "Dói-me o nariz!"
O outro diz: "Ai, meus dentes!"
OS DOIS IRMÃOS
OS DOIS IRMÃOS Se um quer brincar em casa,
O outro foge para o monte;
E se este a casa regressa,
Já o outro foi para a fonte.
OS DOIS IRMÃOS
 
OS DOIS IRMÃOS OS DOIS IRMÃOS É difícil conviver
Com tanta contradição.
Quando um diz:"Oh, que calor!"
"Que frio!" - diz o irmão.
 
Mas quando a noitinha chega
Com suas doces passadas,
Pedem à mãe que lhes conte
Histórias de Bruxas e Fadas.

E quando o sono esvoaça
Por sobre o dia acabado,
Dizem "Boa noite, mãe!"
E adormecem lado a lado.

OS DOIS IRMÃOS OS DOIS IRMÃOS

Maria Alberta Menéres

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS !
Não é permitida, sem prévia
autorização, a reprodução desta página.

Obrigada!

WebDesign : Angela Cecilia