MEMÓRIA


MEMÓRIA

Amar o perdido
Deixa fundido
Este coração.
Nada pode o olvido
Contra o sem sentido
Apelo do não.
As coisas tangíveis
Tornam-se insensíveis
À palma da mão.
Mas as coisas feridas,
Muito mais que lindas,
Essas ficarão!


Carlos Drummond de Andrade

Gráficos de : http://www.marvelcreations.com/


MEMÓRIA

 

 
 
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS !
Não é permitida, sem prévia autorização,
a reprodução desta página.

Obrigada !
WebDesign : Angela Cecilia